sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

Stirb nicht vor mir (Don't die before I do)

É como um sonho, abraçada e encoberta pela capa da Dona Noite. Eu, desde criança, com o nome de Solidão, ficava encolhida nas noite gélida, imóvel chorando baixinho, suavemente enquanto minha mente viajava. Eu não sei qual é o seu nome, mas sei que existe e sei que qualquer dia, esse alguém há de me amar.

Eu fico esperando as noites chegarem, é como se a fé se acendesse naquela hora. Ele só aparece de noite, nos meus sonhos, não resta palavras a serem ditas, só sentidas. Ele me envolve com suas mãos no meu pescoço e eu fecho meus olhos e deixo ele me levar. Eu não sei quem ele é, mas como queria saber! Nos meus ele simplesmente existe e sua paixão é demonstrada num beijo que eu não consigo resistir.

Todas as casas cobertas de neve, das janelas vê-se as velas acesas, todos com seu par e eu, sozinha, a te esperar. Eu hei de esperar por você aqui, já que em meus sonhos acendeste minha fé e afagaste meu coração com seu amor. Eu hei de te esperar aqui, mas, por favor, não morra antes de mim, Não morra antes de me encontrar, antes de eu saber seu nome. Às vezes sinto o amor longe, mas seu amor eu não posso negar, eu hei de te esperar...

Ana Luiza Pereira
Inspirada na música de Rammstein
Adaptação PedroSilva ;)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Segue Aê '